sábado, 16 de outubro de 2010

Acidentes com Aranhas

(Aranha de jardim Capturando Inseto)

Aranhas possuem apenas dois segmentos corporais (ao contrário dos insetos, que possuem três): o céfalotórax, ou prosoma, (resultado do tórax fundido com a cabeça) e o abdômen chamado de opistosoma. Ambos são ligados por uma estreita haste chamada de pedúnculo. O corpo das aranhas é revestido por um exoesqueleto, uma estrutura rígida formada principalmente por quitina.

As aranhas possuem oito pernas (enquanto insetos possuem seis) e seus olhos são lentes únicas, em vez de lentes

compostas. Elas podem ter 8, 6, 4, 2 ou mesmo nenhum olho, como no caso de algumas aranhas cavernícolas. Na cabeça têm dois pares de apêndices: as quelíceras, em forma de ferrão, formadas por quitina negra com uma ponta muito fina, e os pedipalpo (também chamados de palpos), que são utilizados para manipular alimentos. A boca fica entre os palpos. Há vários tipos de aranhas, as venenosas e aquelas que "saltam" querendo se proteger.

Ao contrário do que muitos pensam, as aranhas não são insetos.

Juntamente com os escorpiões, os carrapatos e os ácaros, as aranhas pertencem à classe dos Arachnida, ao filo dos artrópodes e subfilo Chelicerata, que inclui, além dos aracnídeos, a classe dos insetos, dos crustáceos e outras.

Origem da palavra aranha: Foi o vocábulo grego aráchneque deu origem à palavra aranha e ao termo aracnídeo, que designa a classe à qual pertencem esses pequenos animais.

Dados interessantes; - As teias de uma aranha são 5 vezes mais fortes do que o aço no mesmo diâmetro. - Além disso a teia pode ainda se esticar 4 vezes mais que seu comprimento inicial. - As teias resistem a água e a temperaturas até -45ºC sem se romperem. - A aranha poderia morrer presa em sua própria teia, mais sua pata é equipada com pêlos que não permitem que isso aconteça. - Embora existam 35.000 espécies de aranhas, alguns estudiosos calculam até 100.000 espécies de aranhas. - Essas 35.000 espécies são divididas em mais de 100 famílias, sendo que apenas 20 á 30 espécies são consideráveis perigosas para o homem.




Aranhas Marrons





São aranhas muito pequenas, não passando de 4 cm de envergadura, vivem em ambientes escuros e secos onde fazem teias irregulares, muito parecidas com fiapos de algodão, onde capturam seu alimento que é composto basicamente por insetos (moscas, besouros, baratas,etc). Na natureza, as aranhas marrons são encontradas sob cascas de árvores, debaixo de pedras e dentro de grutas. Nas cidades, esses animais proliferam dentro das residências humanas, onde fazem teias atrás de móveis; quadros; pilhas de madeira e material de construção. São aranhas muito tímidas e de hábitos noturnos e os acidentes ocorrem quando são comprimidas contra o corpo dentro de roupas, toalhas, roupas de cama etc. Seu veneno é extremamente tóxico para o organismo humano e o local da picada apresenta bolhas; inchaço; aumento de temperatura e lesões hemorrágicas; com ou sem dor em queimação. A ausência de dor faz com que o acidentado demore a procurar socorro médico, o que pode complicar o tratamento. Após alguns dias a área da picada apresenta necrose que deixa uma úlcera de difícil cicatrização. Outras alterações que podem aparecer no acidente por aranhas marrons são : febre alta nas primeiras 24 horas, dor de cabeça; coceira generalizada; dor muscular ; náuseas; vômitos; visão turva; diarréia; sonolência; irritabilidade e, nos casos graves, coma. Em certo número de acidentes podem ocorrem complicações devido à ação do veneno sobre as células do sangue, ocasionando anemia, equimoses e urina com sangue o que pode levar a insuficiência renal aguda e óbitos.
Medidas simples como afastar as camas e berços das paredes; evitar que roupas de cama e mosquiteiros encostem no chão; não pendurar roupas nas paredes; examinar roupas principalmente camisas, blusas e calças antes de vestir e inspecionar sapatos e tênis antes de usá-los são muito eficazes para impedir a ocorrência de picadas por aranhas marrons.
MAS, ATENÇÃO: NEM TODA ARANHA QUE VIVE EM NOSSAS CASAS OU QUE TENHA COLORIDO MARROM CAUSA ESSE QUADRO. A MAIORIA DAS ARANHAS "CASEIRAS" NÃO É DE ANIMAIS PERIGOSOS.


Fonte Site IVB


Nossa opinião:

A matéria acima, é de vital importância em nossa região(dos lagos/Rj), já que a mesma é endêmica, e ocorrem diarimente vários acidentes, com este tipo de animal e muitas vezes, os pais, ou responsáveis, principalmente por crianças acidentadas, inicialmente, entram em desespero. Felizmente, na sua maioria, acidentes leves, criando pequenos inchaços e dores localizadas, que nem chegam ser notificados, à autoridade em saúde do Município. Os hospitais da região, têm capacitado equipes de saúde, quanto ao tema.

5 comentários:

laurentino disse...

Gostei dessa informacao sobre aranhas. vou add aos meus favoritos, e passarei alguns trabalhos onde os alunos ultilizarao seu blog pra baixar seus trabalhos se vc permitir, e claro!!!

quero ver da proxima vez q entrar alguma coisa sobre tubaroes, pode ser. aqui em minha cidade, gostamos bastante e nao encontramos muita coisa assim simplificado sobre esses seres dos oceanos.

um forte abraco.



LAURENTINO BISPO
BRISA Informatica
Itanhem-Ba

biologocarlossimas disse...

É um prazer muito grande, te-lo como amigo Laurentino, muito obrigado por seus comentários, que nos motivam avançar e melhorar nosso trabalho, facarei muito honrado, caso seus alunos queiram utilizar nosso blog, pois o mesmo foi criado, com o propósito de interagir, colaborando para difundir conhecimento, sobretudo sobre ciências e biologia. Sobre pesquisa com tubarões, espero em breve poder atende-lo. Forte abraço , vc, família, alunos e amigos da "Bahia", que muito amamos!

Larissa disse...

Rapaz... a informação pode ser até interessante, mas a cor da letra não é das melhores né... Meus olhos não enxergam dessa forma no sábado de manhã. Quem sabe outro dia...

biologocarlossimas disse...

Muito obrigado Larissa, aí está o resultado da sua importante participação em nosso Modesto Blog; reeditamos a matéria para que nossos queridos amigos leitores (as) como você, possam ler confortavelmente. Continue, por favor, participando e nos ajudando a melhorar. Críticas e sugestões são sempre muito bem vindas. Abraço!

marina disse...

Eu achei muito entereçante essa informaçãõ e acho que quando eu entrar eu vu ver coisa nova né´.