sexta-feira, 7 de novembro de 2008

Polícia Federal desmonta esquema de tráfico de aves silvestres


Mais de 2 mil animais foram apreendidos em seis estados.
Quadrilha falsificava anéis de identificação de pássaros.

Do Globo Amazônia, com informações do Jornal da Globo

Uma megaoperação da Polícia Federal em conjunto com o Ibama desmontou um esquema de tráfico de animais que funcionava em seis estados brasileiros. Em Mato Grosso do Sul, a operação “Grilhões” apreendeu mais de 600 aves que estavam em viveiros de Campo Grande e Corumbá. Em Goiás, os agentes federais encontraram quase duas mil aves.


Entre os pássaros estavam espécies ameaçadas de extinção, como o bicudo, o pintassilgo do nordeste e a arara azul. Foram seis meses de investigação para desmontar o esquema.

Uma quadrilha capturava as aves nas regiões norte e centro-oeste do país, e depois elas recebiam anilhas falsificadas: anéis que são emitidos pelo Ibama e servem para identificar aves nascidas em cativeiro. As investigações revelaram que as anilhas eram produzidas em Goiânia e distribuídas para criadores de todo o país.

“Esses criadores têm a necessidade disso, uma vez que não conseguem reprodução em cativeiro, de legalizar essas aves apreendidas utilizando-se de anilhas falsificadas. Então, o interesse era nacional, por essa razão, nós conseguimos detectar esses braços que se estenderam até outros estados”, declara Esmeralda de Oliveira Silva, delegada da Polícia Federal.

Treze pessoas foram presas, mas devem responder em liberdade pelos crimes de formação de quadrilha, captura de aves e falsidade ideológica.

Fonte: Site G1, o Portal da Globo

Nossa Opinião: Biólogo Ambiental Carlos Simas



Nossa Opinião: Parabéns Polícia Federal, parabéns Doutora delegada, Esmeralda de Oliveira Silva. Lei de crimes ambientais neles. (9.605/98)

Se puderem, dêem um pulinho sem avisar, aqui pela região dos Lagos-Rj. Fauna e Flora, antecipadamente agradecem!

Nenhum comentário: