sábado, 31 de outubro de 2009

Haja Ignorância Ambiental!

Coluna do

Augusto Nunes

A pedra, o bagre e a perereca animam o show da ignorância

26 de outubro de 2009

A data da inauguração do Brasil reconstruído ainda não foi marcada por culpa da máquina de fiscalização, acaba de informar o presidente Lula. O governo não para de fazer obra, repetiu o maior dos governantes desde Tomé de Souza. Só não consegue completar o serviço porque o Ibama complica e o Tribunal de Contas da União não deixa. O TCU vê irregularidade em qualquer irregularidade. O Ibama já lhe jogou no colo um bagre amazônico, uma perereca gaúcha e, há dias, uma pedra da região de Cabrobó.

“A hidrelétrica ficou parada porque alguém achou que uma pedra arredondada era machadinho de índio, e levou nove meses para descobrir que era só uma pedra”, contou. A plateia adorou a prova mais recente de que o Ibama virou uma catarata de excentricidades antipatrióticas. Melhor que esse, só o caso da perereca. “A gente estava fazendo um túnel de mil e poucos metros no Rio Grande do Sul e encontraram do outro lado do túnel uma perereca”, começa Lula a contar o episódio ocorrido na BR-101 e começa a plateia a soltar o riso.

A segunda frase abre a sequência de gargalhadas que só terminará com o ponto final. “Todo mundo aqui sabe o que é uma perereca”, continua a narrativa. “Pois bem, aí resolveram fazer um estudo para saber se aquela perereca estava em extinção. Aí teve que contratar gente para procurar perereca, e procure perereca, e procure perereca… Sabem quantos meses demorou para descobrir que a perereca não estava em extinção? Sete meses. Sete meses e a obra parada”. Segue-se a gargalhada de encerramento.

“Lula não para de dizer besteiras”, lastima Célio Fernando Haddad, coordenador de Ciências Biológicas da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp). Onde o narrador viu uma prosaica perereca, corrige Haddad, os cientistas encontraram quatro espécies de anfíbios ameaçadas de extinção. Os levantamentos que precedem o início de obras não existem para atender a caprichos de ambientalistas, mas por exigência da legislação federal, que protege a vida de espécies ameaçadas.

“O governo que comece a trabalhar mais cedo, não em véspera de eleição e passando por cima das leis”, recomenda Haddad. ”Para um projeto, quase sempre há alternativas, mas uma espécie se perde para sempre”, sublinha Jansen Zuanon, pesquisador do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa). Ele reitera a lição desde que Lula declarou guerra a ”um tal bagre gigante do rio Madeira”, responsabilizado pelo atraso nas obras de usinas hidrelétricas. O nome do peixe é dourada, ensina Zuanon. E não é um bagre qualquer.

Dele dependem a sobrevivência financeira de milhares de comerciantes e a sobrevivência física de incontáveis moradores espalhados por quatro Estados brasileiros ─ Pará, Amapá, Amazonas e Rondônia ─ e porções consideráveis da Colômbia, da Bolívia e do Peru. “Para procriar, a dourada faz uma migração extraordinariamente extensa”, informa o cientista. O Ibama agiu para evitar a consumação de um crime ambiental gravíssimo: a interrupção irresponsável dessa viagem que perpetua a espécie também colocaria em risco a perpetuação da espécie humana na região.

Em 2000, foram concedidas pelo Ibama 139 autorizações ambientais. Subiram para 477 em 2008 e, neste ano, já somaram 125. Lula só se queixa por malandragem. O TCU tem julgado pendências com exemplar pontualidade. Lula só se queixa porque agir fora da lei apressa inaugurações e é bem mais rentável. O problema não é a perereca, nem o bagre, muito menos a pedra. O problema é a incompetência do governo.

O ator no palco vai continuar contando casos inspirados em problemas imaginários, a plateia vai continuar gargalhando. A vassalagem voluntária não é menos desprezível que a ignorância presunçosa.

sábado, 24 de outubro de 2009

Estudo da OMS Relaciona Uso do Celular Com Câncer .



Sáb, 24 Out, 11h01
Londres, 24 out (EFE).- O uso do telefone celular pode ter relação com vários tipos de câncer, segundo um estudo internacional supervisionado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), cujos resultados preliminares foram publica dos hoje pelo jornal "The Daily Telegraph".

Com um orçamento de 20 milhões de libras (22 milhões de euros), a pesquisa - que durou uma década e será divulgada até o fim do ano - oferece provas de que as pessoas que abusam do celular se arriscam a sofrer tumores cerebrais a longo prazo.

As conclusões preliminares indicam que existe "um risco significativamente maior" de ter um tumor cerebral "relacionado ao uso de telefones celulares durante um período de dez anos ou mais", afirma o jornal.

De acordo com o "Daily Telegraph", o estudo Interphone questionará as garantias que os Governos costumam dar sobre a segurança desses aparelhos e aumentará a pressão para que as autoridades de saúde divulguem conselhos mais claros.

A diretora da pesquisa, a doutora Elisabeth Cardis, professora do Centro de Pesquisa em Epidemiologia Ambiental (Creal) de Barcelona, disse que, apesar da "falta de resultados definitivos, vários estudos, embora sejam limitados, sugerem um possível efeito de radiação de radiofrequência" gerada pelos celulares.

"Portanto, estou de acordo, em geral, com a ideia de restringir o uso (de celulares) a crianças, embora não iria tão longe em proibir os telefones celulares, já que podem ser uma ferramenta muito importante (...)", disse Cardis, citada pelo jornal.

A especialista também defende "meios para reduzir a exposição" aos celulares, como a utilização de dispositivos handset - que permitem usar o telefone sem as mãos - e o uso moderado do aparelho.

Uma porta-voz da Creal em Barcelona afirmou à Agência Efe que o estudo coordenado por Cardis inclui vários dados de cidadãos de vários países, e acrescentou que é um trabalho muito complexo que "só será divulgado no final deste ano".

O estudo Interphone realizou pesquisas em 13 países e entrevistou a 12,8 mil pessoas - entre saudáveis e pacientes com tumores -, a fim de investigar se a exposição aos celulares está vinculada a três tipos de tumores cerebrais e um tumor da glândula salivar.

Pesquisas anteriores sobre os efeitos dos celulares na saúde foram pouco conclusivas, mas o projeto supervisionado pela OMS indica, por exemplo, que seis em oito estudos Interphone revelam um maior risco de sofrer de glioma (o tumor cerebral mais comum).

Um porta-voz da Agência de Proteção da Saúde (HPA) do Reino Unido disse que, "por enquanto, não há provas sólidas" sobre os efeitos nocivos do uso de celulares.
Já um porta-voz da associação de operadores de telefonia celular indicou que mais de 30% dos estudos científicos sobre esse assunto não encontraram nenhum impacto negativo para a saúde. EFE


domingo, 18 de outubro de 2009

Suco de Berinjela Reduz em 30% o Mau Colesterol e Ainda Ajuda a Emagrecer.
















Berinjela faz bem ao coração. A crença popular está próxima da confirmação científica e promete transformar o legume na panacéia do momento, posto já ocupado pelo brócolis e pelo espinafre.


Um estudo experimental realizado na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) comprovou que o suco de berinjela é um ótimo remédio no combate ao colesterol LDL – o mais nocivo ao organismo.

Realizada em coelhos, a pesquisa demonstra que o uso do legume reduziu em quase 30% o colesterol no organismo dos animais, o que sugere benefícios também para humanos.

"O suco de berinjela pode representar um tratamento alternativo e de baixo custo para as doenças cardiovasculares, responsáveis por 25% das mortes em todo o mundo", afirma o cardiologista Paulo Afonso Ribeiro Jorge, autor do estudo publicado na última edição da revista Arquivos Brasileiros de Cardiologia.

Ele está partindo para uma segunda etapa da pesquisa, agora com 20 pacientes. Pelos próximos três meses, voluntários vão tomar suco de berinjela todos os dias. Ao longo do experimento, testes clínicos vão medir os níveis de gordura.

Se houver de fato uma redução do colesterol, poderá se fazer o controle de doenças do coração com uma receita bem natural: um terço de berinjela com casca, batido no liquidificador com um copo de água ou suco de laranja. Tomar três vezes ao dia.

A berinjela é rica em vitaminas A, B1, B2, B5 e C e o suco do legume age como um antioxidante. Esse efeito pode corrigir defeitos na parede das artérias provocados pelo colesterol alto.

O suco também reduz a absorção do colesterol no intestino. Inúmeros trabalhos científicos já constataram que o controle do colesterol reduz o número de infartos em até 42%.

Entre os animais, os efeitos foram bem animadores. Os resultados dos testes revelam que entre os coelhos que receberam alimentação rica em colesterol, o teor de gordura cresceu 2.183%. Os que tomaram suco de berinjela apresentaram uma redução de 19% no colesterol total.

Na contagem do colesterol LDL, o vilão do coração, os ganhos foram ainda mais expressivos. Nos animais que se empanturraram de gordura, ele subiu 4.875%, enquanto os que receberam o suco sofreram uma redução de 29% nessa substância.

Além de uma boa notícia para a saúde, o suco de berinjela também traz ganhos estéticos: como perde-se gordura pode se transformar em um ótimo ingrediente para dietas de emagrecimento.


Fonte: www.portaldecanoinhas.com.br/ Eliane Trindade

Nossa opinião: Mais uma vez, estamos republicando matéria sobre alimento funcional (berinjela), motivados por amiga leitora que nos escreveu, agradecendo sobre o tema. Em relação à matéria anterior, publicamos seu comentário na mesma. Muito obrigado a todos vocês, que nos incentivam continuar nesta caminhada pela educação, que é de todos nós e estamos em pleno aprendizado. Vamos Juntos!














sexta-feira, 16 de outubro de 2009

Educar é Humanizar.



Oficializada pelo presidente João Goulart, em 1963, a data de hoje, dia dos Mestres, foi inspirada no 15 de outubro de 1827, quando D. Pedro I decretou que todas as vilas e cidades do Brasil criassem escolas primárias.
Essas escolas só ganharam vida com a ação de nossos professores, que têm empenhado suas vidas na educação de nossas crianças, jovens e adultos. Nessa data, que é também o dia de Santa Teresa D'Avila, mestra da espiritualidade, devemos refletir qual o significado do ofício de nossos educadores.
Riobaldo, o jagunço-filósofo do Guimarães Rosa, costumava dar, sem saber, lições ao pé das lamparinas ou à sombra das árvores retorcidas do cerrado do grande sertão. Ensinava que "buriti quer o azul do céu mas não se aparta de sua água, carece de espelho: mestre não é quem sempre ensina, mas quem de repente aprende".
Nas veredas da minha vida docente aprendi mais que ensinei. Um desses aprendizados veio a partir de uma jovem aluna da disciplina de Prática do Ensino de História, que ministrei na UFRJ. Eu pontificava, talvez com certa soberba, do "alto da experiência" de duas décadas na rede pública municipal, sobre a necessidade de o professor ter o raciocínio rápido e se mostrar dotado da agilidade mental que devia estimular no alunado, quando ela me interrompeu:
- Está certo, professor. Então diga pra gente, em dez afirmações, o que é educar!
Claro que a cobrança deu o rumo da prosa, isto é, do restante da aula. E gerou um debate muito rico. Ali, a dinâmica dialógica, substituindo o monólogo, provocou uma elaboração coletiva, isto é, produziu conhecimento. A "tempestade cerebral" revelou o interesse geral. Sem consultar nada além das informações acumuladas das leituras que ficaram - são as que prestam, na verdade - conseguimos criar algo que foi útil para todos, e nos melhorou como pessoas e como professoras (a maioria da turma era de mulheres e quase todas já lecionavam, ainda que sem licenciatura plena). Hannah Arendt, Paulo Freire, Rubem Alves, Darcy Ribeiro, Emilia Ferrero, Anísio Teixeira, Makarenko, Carlos Rodrigues Brandão e muitos outros - pedagogos, sociólogos, historiadores, antropólogos - foram sendo lembrados e nos ajudaram a compor esse decálogo, necessariamente sintético, que apresento aqui:

1. Educar é humanizar, é tornar o ser humano, que tem condição e não natureza pré-determinada, mais humano, racional e gregário;

2. Educar é descentrar, isto é, ajudar a superar o "pecado original" do egocentrismo, que está em toda criança, para encaminhá-la rumo à socialização;

3. Educar é ensinar a olhar para fora - leitura do mundo, reconhecimento do outro - e para dentro - auto-conhecimento;

4. Educar é fazer ler, escrever e contar para tornar o educando capaz de reflexão, narrativa e partilha;

5. Educar é facilitar a percepção de cada um e de todos como seres naturais e culturais, dotados de objetividade e subjetividade, quebrando a dissociação corpo/espírito;

6. Educar é ensinar a grande geografia, a percepção do nosso espaço vivido, e a imprescindível ecologia, pela qual nos compreendemos como parte da natureza, e não seus dominadores e exploradores;

7. Educar é despertar em cada um a consciência da história, que valoriza o passado que nos constituiu, o presente que nos explica e o futuro socialmente mais justo e igualitário a ser construído;

8. Educar é politizar, ou seja, estimular em cada aluno a consciência de classe e de cidadania, o espírito crítico e o ânimo participativo na civitas, na polis, na sociedade humana;

9. Educar é possibilitar o discernimento entre informação, em geral meramente publicitária e dispersa, moldada para forjar consumidores, e conhecimento, que vai fundo no entendimento do mundo, e forma pessoas;

10. Educar, enfim, é fazer artesanato, com a consciência de que a escola, por si só, não muda a sociedade, mas pode e deve transformar as pessoas, e essas, organizadas na cena pública, poderão revolucionar o mundo.

Fonte: Argumentação do Dep. Federal Chico Alencar (Psol), no dia do Mestre.

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

últimas de ciência e saúde

  1. QUA,14/10/2009
  2. 16h57

    Cardeal africano diz que a Igreja 'não é o problema' da luta contra a aids

    Arcebispo de Durban aponta 'comportamentos sexuais irresponsáveis.' Religiosos participam do Segundo Sínodo de Bispos para a África.

  3. 12h58

    Diarreia mata quase 1,5 milhão de crianças a cada ano, diz Unicef

    Infeccções propagadas por água suja causaram 18% das mortes. Doença é a segunda causa de óbitos, atrás da pneumonia.

  4. 12h18

    Médico comenta transmissão de células cancerosas de mãe para filho

    Possibilidade, muito incomum, nunca havia sido documentada. Alteração cromossômica ‘escapou’ da vigilância imunológica.

  5. 11h38

    Dormir ao lado de bebês é grande fator de risco de 'morte súbita de berço'

    Hábito causou metade dos casos na Grã-Bretanha. Estudo foi conduzido por equipe da Universidade de Bristol.

  6. 10h20

    Estudos sobre risco de telefone celular causar câncer são contraditórios

    Equipe examinou 23 trabalhos envolvendo mais de 37 mil pessoas. Resultados dependem de quem conduz pesquisa.

  7. 09h58

    Desmatamento se alastrou sobre reservas em agosto, revela Imazon

    Segundo instituto, áreas protegidas perderam 132 km² de suas matas. Devastação total da Amazônia alcançou 273 km², um aumento de 167%.

  8. 09h49

    55% dos mortos pela nova gripe tinham outras doenças; 45% eram saudáveis

    Números são do maior estudo já realizado sobre os casos nos EUA. Foram analisados 1.400 adultos e 500 crianças hospitalizadas.

  9. 06h07

    Cientistas descobrem fóssil 'inédito' de réptil voador na China

    Ossos têm mais de 160 milhões de anos. Darwinópteros são parentes dos pterodáctilos.

  10. 03h16

    Veja imagens raras de uma erupção solar

    NASA divulgou imagens nesta terça-feira (13). Fenômeno durou 30 horas e formou uma nuvem de gás na órbita do Sol.

  11. TER,13/10/2009
  12. 20h50

    Técnica de transplante de fígado salva a vida de duas pessoas ao mesmo tempo

    Paciente adulto recebe 70% do órgão, outros 30% vão para criança. Cerca de 600 pessoas aguardam na fila pelo transplante.

» todas as notícias


Fonte: G1 o Portal de Notícias da Globo

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

últimas de ciência e saúde

  1. QUI,8/10/2009
  2. 12h06

    Frasco 'escandaloso' pisca e emite som para lembrar de tomar remédio

    Produto pode ainda enviar mensagem de texto para paciente e médico. Versão mais simples do frasco, sem mensagens, custa US$ 99 nos EUA.

  3. 10h37

    Baleias brancas que fazem anéis de ar são atração no Japão

    Em show, três animais da espécie beluga lançam bolhas ao mesmo tempo.

  4. 08h41

    Foto de satélite da Nasa flagra formação de icebergs na Antártida

    Península Antártica tem mais de 400 rios de gelo. Aquecimento acelera o fluxo desses rios para o oceano.

  5. 08h10

    Alemanha notifica primeira morte por causa da nova gripe

    Mulher de 36 anos morreu no fim de setembro. Ela tinha ‘várias bactérias resistentes a antibióticos’.

  6. 06h30

    Dieta especial ajuda na recuperação de pacientes com câncer

    Receitas sem sal usam ervas para realçar sabor dos alimentos. Acompanhantes aprendem dicas e 'recarregam baterias' em aula.

  7. QUA,7/10/2009
  8. 18h04

    Ação do ribossomo é fundamental para todos os organismos vivos

    Entenda o processo que rendeu o Nobel de química deste ano. Pesquisa pode gerar o desenvolvimento de novos antibióticos.

  9. 17h28

    Temperatura sobe a 400ºC em região da Jordânia

    Fenômeno ocorreu na terça-feira (6) na província de Balqa. Animais 'foram completamente queimados e desapareceram.'

  10. 17h08

    Evolução das espécies é caminho de mão única, diz pesquisa

    Biólogos imaginam, há muito tempo, se 'história pode andar para trás'. Novas mutações tornam quase impossível reversão da evolução.

  11. 16h32

    Autistas ganham centro de tratamento na rede pública do Rio

    Serviço pioneiro oferece atendimento com profissionais de várias áreas. Mães de autistas relatam experiências e elogiam projeto.

  12. 13h46

    Campanha contra obesidade em NY mostra refrigerante despejando banha

    Autoridades de saúde da cidade apostam em táticas de choque. 32% dos americanos adultos e 17% das crianças são obesos.

» todas as notícias


Fonte: G1 o portal de Notícias da Globo.