domingo, 2 de maio de 2010

3 dias para acabar com a corrupção!



Graziela Tanaka - Avaaz.org

2 de maio de 2010 09:23
Para: "biocarlossimas@gmail.com"




Faltam 3 dias para a votação da Ficha Limpa. Clique abaixo para acabar com a corrupção!:

Assine a petição!


Caros amigos,


A nossa pressão está funcionando!
Em uma vitória incrível, centenas de deputados, quase todos que receberam os milhares de emails e telefonemas nossos, assinaram o pedido de urgência para levar a Ficha Limpa para votação nesta terça-feira!

Agora nós só temos 3 dias para garantir um vitória histórica na luta contra a corrupção no Brasil. 3 dias é pouco, mas ainda podemos atingir a nossa meta de 2 milhões de nomes na petição.

Nós temos agora 1.940.007 assinaturas - e estamos organizando um ato no gramado do Congresso Nacional para entregar os 2 milhões na terça - precisamos ter certeza que todos que conhecemos já assinaram! Encaminhe este email, para que terça à noite seja a festa da vitória!

http://www.avaaz.org/po/brasil_ficha_limpa/?vl

Quando a Ficha Limpa se tornar lei ela irá remover das eleições candidatos que cometeram crimes sérios como corrupção, lavagem de dinheiro, tráfico de drogas e assassinato. Só assim poderemos eliminar uma classe política criminosa responsável por sujar o nosso governo e roubar os recursos do nosso país.

Obrigado por acreditar
neste país e se engajar de forma ativa. Juntos nós podemos mudar a política do nosso país.

Com esperança,

Graziela, Ricken, Pascal, Alice, Luis, Iain, Paul e toda a equipe Avaaz

PS. O ato no Congresso Nacional será das 16h às 18h - para maiores informações escreva para portugues@avaaz.org


Nossa Opinião: Juntos podemos mudar para melhor a política brasileira. Depende de nós. É preciso querer e acreditar. Chegou a hora!!! Faça sua parte, sua família agradecerá!
Forte abraço!




Biólogo Ambiental Carlos Simas de Búzios-Rj

Professor Pós-Graduado Ensino de Ciências e Biologia

Especialista em Meio Ambiente

Especialista em Controle de Vetores e Pragas Urbanas-UFRJ

Estudante de Direito






Nenhum comentário: