sábado, 21 de agosto de 2010

Dilma abre 17 pontos para Serra e venceria no 1o turno, diz Datafolha.



SÃO PAULO (Reuters) - A candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff, abriu 17 pontos de vantagem para seu principal adversário, José Serra (PSDB), e venceria a eleição presidencial de outubro ainda no primeiro turno, mostrou pesquisa do instituto Datafolha neste sábado.

O levantamento, publicado pelo jornal Folha de S. Paulo, apontou crescimento de seis pontos percentuais de Dilma, que agora tem 47 por cento das intenções de voto, contra 41 por cento no levantamento anterior realizado no início do mês.

Já Serra caiu três pontos em relação à sondagem anterior, feita entre 9 e 12 de agosto, e agora tem 30 por cento. A candidata do PV, Marina Silva, caiu um ponto e agora tem 9 por cento da preferência do eleitorado, segundo o instituto.

Nenhum dos demais candidatos conseguiu somar 1 por cento no levantamento. Quatro por cento dos entrevistados declararam voto nulo ou branco, contra 5 por cento na pesquisa anterior, e 8 por cento declarou-se indeciso, contra 9 por cento na sondagem do início do mês.

Segundo o Datafolha, quando considerados somente as intenções de votos válidos, ou seja, desconsiderados os brancos e nulos, Dilma fica com 54 por cento, o que lhe garantiria vitória no primeiro turno, marcado para 3 de outubro.

A simulação de segundo turno entre Dilma e Serra feita pelo Datafolha, mostra a petista com 53 por cento das intenções de voto, contra 39 por cento de Serra. Quatro por cento votariam branco ou anulariam e outros 4 por cento disseram não saber. Na sondagem anterior do instituto, a petista aparecia com 49 por cento, contra 41 por cento do tucano em um eventual segundo turno.

O Datafolha ouviu 2.727 pessoas em todo o país na sexta-feira, 20 de agosto, após o início da propaganda eleitoral no rádio e na TV. A margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

(Por Eduardo Simões)

Nossa opinião:

Nosso processo de amadurecimento político avança à passos lentos, porém , muito já andamos e o povo não é mais tão inocente, como em passado até recente. José Serra não engana ninguém, todos sabem da sua pretensão, presunção e obstinação em ser presidente da república, unicamente para servir ao seu cacique Fernando Henrique Cardoso.

Esse Senhor em 30 de junho de 1999, demitiu sem nenhuma responsabilidade, sem nenhuma indenização trabalhista, mais de 5.000 mata mosquitos da FUNASA, deixando na miséria milhares de famílias com crianças desamparadas inclusive. Além disso, dois anos depois, aproximadamente, devido sua covardia com aqueles importantes e humildes trabalhadores, sua irresponsabilidade política, a Dengue explodiu no Rio de janeiro, matando inclusive muitas pessoas inocentes, havendo até Dengue hemorrágica.

Quer ser presidente da república ainda Senhor José Serra? Quem pôde fazer e não fez, perdeu a vez, quem sabe, para sempre!


Foi o presidente Lula, que em 2003, reintegrou esses trabalhadores, e fazendo justiça os regularizou. Portanto, nossa categoria, dos agentes de combate as endemias, têm uma dívida de gratidão ao governo Lula, e compromisso com ele.

Nem pensar em José Serra.

É Dilma NELLE!



Nenhum comentário: