sábado, 9 de outubro de 2010

“Ô Globo, pega leve aí na campanha…”


O jornal O Globo não foi fiel às declarações do presidente Lula durante cerimônia de batismo do navio-plataforma P-57, em Angra dos Reis, ontem (8/10) pela manhã. A publicação carioca não apenas interpretou errôneamente trecho do discurso como alterou palavras da frase “entre aspas” que compôs o título para dar conotação distorcida. Tal fato levou o jornalista Ricardo Boechat a confrontar o áudio do discurso com o texto de O Globo.

Ouça abaixo o que o jornalista Ricardo Boechat diz na BandNews FM:

Agora, leia o trecho do presidente Lula ao qual se referiu O Globo:

“Você, hoje, governa um estado que não aparece mais nas páginas policiais como aparecia antes. Lógico que tem criminoso, lógico que tem bandido, mas eu estou convidando vocês para subirem comigo, um dia, e com o Sérgio a favela de Manguinhos, o Complexo do Alemão, Pavão-Pavãozinho, para vocês perceberem que nós estamos dizendo para aquele povo de lá: Nós não vamos mandar para cá a polícia apenas para bater. A polícia vai vir para cá para bater em quem tem que bater, proteger quem tem que proteger, mas o Estado tem que trazer para cá cultura, educação, emprego e decência. E é o que nós estamos fazendo nas favelas do Rio de Janeiro e, se Deus quiser, vamos fazer nas favelas de todos os estados brasileiros, porque a favela é o descaso e o desgoverno de muita gente que governou este país nos anos 60, nos anos 70 e nos anos 80, que não construíram casas, que não fizeram saneamento básico, que não geraram empregos.”

Ouça a íntegra do discurso do presidente Lula em Angra dos Reis:

Nenhum comentário: