quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Jota Quest - Só hoje

domingo, 21 de novembro de 2010

Jorge Vercilo Ela une todas as coisas

"Minha História".














Apenas uma, das inúmeras fotos (em palestras) em que participo, quanto ao controle da dengue, (trabalho voluntário), para crianças do ensino fundamental da rede pública de ensino, em minha cidade, Búzios-Rj. Diante da pequenez da minha concepção, acredito que todos os problemas ambientais, ou quase todos, estariam resolvidos, com a conscientização desses jovens, ainda no ensino fundamental.




Pertenço a uma valiosa categoria que combate a dengue, e sofremos muito desde 1988, sendo escravizados, sem carteira assinada, sem nada, muitas das vezes nem salário, que era mínimo, tínhamos.

Passamos um verdadeiro sufoco, mais de uma década, finalmente, e infelizmente, fomos demitidos, em 30 de junho de 1999, pelo então, ministro da saúde Jose Serra, que nem um centavo pagou de indenização trabalhista, a mais de 5.000 trabalhadores, na maior parte, já com idade avançada. Esses trabalhadores, dos quais faço parte, com suas famílias, ficaram desamparados. Como iria então se sustentar? Foi o caos, muitos morreram doentes, outros se suicidaram, alguns foram por revolta, para a marginalidade, muitas famílias foram desfeitas.

Porém, a maioria sobreviveu, lutou em mares bravios da desesperança, mas com força sobrenatural, fez como, acredito nossa presidenta Dilma, durante a ditadura militar, acreditou que dias melhores viriam, e vieram, aí estão.

Durante todo esse tempo de desemprego, não sei como, continuei na luta com companheiros, entrei para faculdade de Biologia no ano de 2000, formei-me em 2004, como Biólogo Ambiental, e vejam só como o destino é bom pra quem acredita nele, pois em 2003, o presidente Lula, ganhou as eleições, e nos reintegrou aos quadros da então FUNASA.

De lá pra cá, temos trabalhado muito, procurando sempre honrar a confiança a nós depositada, apoiamos sempre o presidente Lula, e agora, tivemos o prazer e privilégio de ser "Blogueiro da Dilma", apoiamos de todo nosso ser, nas ruas, no trabalho, e virtualmente, a campanha da nossa presidenta Dilma.

Minha história não acabaria tão cedo; menino paupérrimo, criado em colégio interno, passei muita fome, mas enfim, depois da graduação em Ciências Biológicas, fiz pós-graduação, especializando-me em educação (ensino de ciência e biologia), e agora me encontro no 4º período de Direito, na Universidade Estácio de Sá, Cabo Frio-Rj.

Continuo alegremente, como mata mosquito, cedido à prefeitura de Cabo Frio-Rj (SMS), avançando sempre, e somando em prol da sociedade, com muita dedicação, e trabalho voluntário inclusive, no ramo da saúde pública (educação, conscientização, prevenção, e tratamento).

A vida é assim mesmo; ela sempre sorri, àqueles que conseguem sorrir, diante dos maiores infortúnios, que se lhes apresenta.

Beijos e abraços a todos, estamos juntos!


" O Verdadeiro Amor é Forte, e Vencerá Todas as Provas
"


sábado, 6 de novembro de 2010

Gustavo Lins - Impossível te esquecer

Gustavo Lins - O Grande Amor da Minha Vida ( Música Nova )

O Professor está sempre errado.




O nobre professor Maurício Werner, nos enviou essa matéria, e a publicamos na íntegra. Que após a leitura, possamos refletir, e agir, para melhorar a educação brasileira. Obrigado Prof. Werner.


O material escolar mais barato que existe na praça é o professor!

Se É jovem, não tem experiência.
Se É velho, está superado.
Se Não tem automóvel, é um pobre coitado.
Se Tem automóvel, chora de “barriga cheia’.
Se Fala em voz alta, vive gritando.
Se Fala em tom normal, ninguém escuta.
Se Não falta ao colégio, é um ‘caxias’.
Se Precisa faltar, é um ‘turista’.
Se Conversa com os outros professores, está ‘malhando’ os alunos.
Se Não conversa, é um desligado.
Se Dá muita matéria, não tem dó do aluno.
Se Dá pouca matéria, não prepara os alunos.
Se Brinca com a turma, é metido a engraçado.
Se Não brinca com a turma, é um chato.
Se Chama a atenção, é um grosso.
Se Não chama a atenção, não sabe se impor.
Se A prova é longa, não dá tempo.
Se A prova é curta, tira as chances do aluno.
Se Escreve muito, não explica.
Se Explica muito, o caderno não tem nada.
Se Fala corretamente, ninguém entende.
Se Fala a ‘língua’ do aluno, não tem vocabulário.
Se Exige, é rude.
Se Elogia, é debochado.
Se O aluno é reprovado, é perseguição.
Se O aluno é aprovado, deu ‘mole’.

É, o professor está sempre errado, mas, se conseguiu ler até aqui,
agradeça a ele!

Um dia seremos reconhecidos…

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Acadêmicos dizem que falta conhecimento da obra de Lobato.


Depois de órgão sugerir veto a livro de Monteiro Lobato, academia de letras diz que "formuladores de política" deveriam lê-lo


iG São Paulo | 04/11/2010 19:52


Depois de o Conselho Nacional da Educação (CNE) emitir parecer contra o livro "Caçadas de Pedrinho", de Monteiro Lobato, a Academia Brasileira de Letras (ABL) respondeu nesta quinta que os "professores e formuladores de política educacional deveriam ler a obra e se familiarizar com ela". Eles repudiaram a decisão e disseram que apelarão ao ministro da Educação, Fernando Haddad, para que ela não entre em vigor. Haddad já havia se antecipado na quarta e pedido ao conselho que refizesse o parecer, pois não vetará o livro.

Foto: Divilgação

Para ABL "Caçadas de Pedrinho" faz parte de patrimônio cultural deixado por Monteiro Lobato


O Conselho Nacional de Educação (CNE) emitiu parecer em que afirma que a história tem conteúdo racista principalmente ao tratar de Tia Anastácia.

De acordo com a nota emitida pelos membros da ABL “cabe aos professores orientar os alunos no desenvolvimento de uma leitura crítica. Um bom leitor sabe que tia Anastácia encarna a divindade criadora dentro do Sítio do Picapau Amarelo. Se há quem se refira a ela como ex-escrava e negra, é porque essa era a cor dela e essa era a realidade dos afro-descendentes no Brasil dessa época. Não é um insulto, é a triste constatação de uma vergonhosa realidade histórica”. A ABL sugere ainda que os responsáveis pela educação estimulem uma leitura crítica por parte dos alunos.

Os Acadêmicos afirmam que falta conhecimento da obra por parte dos "professores e formuladores de políticas educacionais". “Então saberiam que esses livros são motivo de orgulho para uma cultura. E que muito poucos personagens de livros infantis pelo mundo afora são dotados da irreverência de Emília ou de sua independência de pensamento.


Raros autores estimulam tanto os leitores a pensar por conta própria quanto Lobato, inclusive para discordar dele. Dispensá-lo sumariamente é um desperdício. A obra de Monteiro Lobato, em sua integridade, faz arte do patrimônio cultural brasileiro e apelamos ao senhor Ministro da Educação no sentido de que se respeite o direito de todo cidadão a esse legado, e que vete a entrada em vigor dessa recomendação.”


Fonte: IG educação.

A evolução no Ensino I.



Inicialmente, desejamos esclarecer que nossa intenção não é ridicularizar ninguém, até porque, nosso idioma é muito difícil mesmo; sobretudo no momento de escrever. Entretanto, para quem chegou ao terceiro grau, à história que publicamos aqui, meus amigos (as) leitores (as), parece até piada, porém infelizmente, não é. Olhem só o nível que chegou a educação neste país.


Um professor universitário, que leciona língua portuguesa, solicitou que seus alunos, de terceiro período, redigissem, a partir de um enunciado, um texto argumentativo, com no mínimo, vinte e cinco linhas, havendo por parte do mestre, a sublime intenção de prepará-los para a prova de final de semestre.


Ao corrigi-los, o docente, ficou estupefato, não acreditava no que estava vendo, pois observe só, as palavras empregadas nos textos, pelos discentes.


· Gravidêz

· Acediou

· Facada deferida

· A janela chamou

· Socôrro

· Alpapou

· Pedesse

· Conciente

· Estupra-lá

· Trancamento da matrícula que ficou grávida

· Compa-hera

· Frente a frete

· Estranheça

· Delito do contraceptivo




Nossa opinião:


Resta-nos uma simples pergunta: Ajuda ao Brasil, formarem-se graduados assim? Se não, o que fazer, devolvê-los (uma multidão) ao ensino fundamental?


Com a palavra, quem de direito.

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Por que mais adultos estão colocando aparelho ortodôntico?


terça-feira, 2 de novembro de 2010

A evolução no ensino.


Nosso Blog é assim, você nos envia uma matéria de relevância, e nós a publicamos na íntegra, fornecendo evidentemente os devidos créditos. Essa por exemplo, é mais uma, que nos foi enviada por uma amiga e companheira da FUNASA. Valeu Sandrinha!



É DURO, MAS É A REALIDADE!!!!





Antigamente se ensinava e cobrava tabuada, caligrafia, redação, datilografia...
Havia aulas de Educação Física, Moral e Cívica, Práticas Agrícolas, Práticas
Industriais e cantava-se o Hino Nacional, hasteando a Bandeira Nacional antes
de iniciar as aulas...



Leiam o relato de uma Professora de Matemática:


Semana passada, comprei um produto que custou R$ 15,80. Dei à balconista R$
20,00 e peguei na minha bolsa 80 centavos, para evitar receber ainda mais
moedas. A balconista pegou o dinheiro e ficou olhando para a máquina
registradora, aparentemente sem saber o que fazer.



Tentei explicar que ela tinha que me dar 5,00 reais de troco, mas ela não se

convenceu e chamou o gerente para ajudá-la.

Ficou com lágrimas nos olhos enquanto o gerente tentava explicar e ela
aparentemente continuava sem entender.

Por que estou contando isso?
Porque me dei conta da evolução do ensino de matemática desde 1950, que foi
assim:




1. Ensino de matemática em 1950:

Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00.
O custo de produção é igual a 4/5 do preço de venda.
Qual é o lucro?

2. Ensino de matemática em 1970:
Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00.
O custo de produção é igual a 4/5 do preço de venda ou R$ 80,00. Qual é o lucro?




3. Ensino de matemática em 1980:

Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00.
O custo de produção é R$ 80,00.
Qual é o lucro?



4. Ensino de matemática em 1990:

Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00.
O custo de produção é R$ 80,00.
Escolha a resposta certa, que indica o lucro:
( )R$ 20,00 ( )R$ 40,00 ( )R$ 60,00 ( )R$ 80,00 ( )R$ 100,00



5. Ensino de matemática em 2000:

Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00.
O custo de produção é R$ 80,00.
O lucro é de R$ 20,00.
Está certo?
( )SIM ( ) NÃO



6. Ensino de matemática em 2009:

Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00.
O custo de produção é R$ 80,00.
Se você souber ler, coloque um X no R$ 20,00.
( )R$ 20,00 ( )R$ 40,00 ( )R$ 60,00 ( )R$ 80,00 ( )R$ 100,00



7. Em 2010 vai ser assim:

Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00.
O custo de produção é R$ 80,00.
Se você souber ler, coloque um X no R$ 20,00.
(Se você é afro descendente, especial, indígena ou de qualquer outra minoria
social não precisa responder).
( )R$ 20,00 ( )R$ 40,00 ( )R$ 60,00 ( )R$ 80,00 ( )R$ 100,00




E se um moleque resolver pichar a sala de aula e a professora fizer com que

ele pinte a sala novamente, os pais ficam enfurecidos pois a professora
provocou traumas na criança.





segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Mais uma Vez Legiao Urbana

Obama parabeniza Dilma por "vitória histórica".

01/11/2010 - 17h00


Do UOL Eleições
Em São Paulo
  • Presidente Barack Obama telefonou para Dilma Rousseff para parabenizá-la pela vitória

    Presidente Barack Obama telefonou para Dilma Rousseff para parabenizá-la pela vitória

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, telefonou na tarde desta segunda-feira (1º) para a presidente eleita do Brasil, Dilma Rousseff, para parabenizá-la pela "vitória histórica" nas eleições deste ano.

Segundo informações divulgadas pela diplomacia norte-americana, Obama elogiou "o povo brasileiro por sua fé e compromisso com a democracia".

O presidente norte-americano também destacou a "excelente" relação entre Brasil e EUA, e demonstrou interesse em aprofundar essa cooperação e explorar novas áreas de colaboração.

A nota indica ainda que Obama disse a Dilma que espera encontrá-la em breve, e deseja que ambos trabalhem de modo conjunto em temas como energia limpa, crescimento global, reconstrução do Haiti, esforços de desenvolvimento colaborativo e "outros temas de importância global".

Nota do Departamento de Estado

O Departamento de Estado dos EUA também emitiu uma nota a respeito das eleições no Brasil. Veja íntegra abaixo:

Parabenizamos a presidente eleita Dilma Rousseff por sua eleição. Também parabenizamos os milhões de brasileiros que exerceram seu direito de votar, tanto no primeiro turno, em 3 de outubro, como no pleito final, dia 31 de outubro. Esse processo eleitoral exemplar mais uma vez ilustrou o respeito brasileiro de longa data pelo governo democrático, pelos direitos civis e pelas liberdades individuais, valores que ambos partilhamos.

Aguardamos a oportunidade de trabalhar com a presidente eleita Dilma Rousseff para aprofundar nossa parceria e fazer avançar objetivos comuns que beneficiarão nossos povos e as Américas.


Nossa opinião:

Na qualidade de cidadão e blogueiro da Dilma, acreditamos ser mais que justo, dedicar a vitória da Dilma nas urnas, à todas as mulheres do Brasil. Quem acompanha nosso trabalho de longa data, sabe do carinho, respeito e reconhecimento, que demonstramos pelo amor, capacidade de administração e gerenciamento que possui as mulheres brasileiras.

É um novo tempo que se inicia para elas em 01 de janeiro de 2011, e certamente trará excelentes frutos, no sentido de que nossa mulher, heroina, saia do statu quo, e alcance sua elevada e justa posição na sociedade brasileira.

Dedico essa magnífica vitória, também, e ,sobretudo, à
minha amada e eterna mãe, Rosa Simas ( in memoriam).
Por hora, ficamos aqui, trabalhado e torcendo, por um novo Brasil, de novas oportunidades, para todos!

Biólogo Ambiental Carlos Simas, de Búzios-Rj.